Ad Code

Vizinha é presa suspeita de mandar jogar bebê de dois meses em poço por se incomodar com o choro da criança, no Ceará

 Foto: Divulgação/Governo do Ceará
       



Uma mulher de 54 anos, identificada como Luzia Ferreira Carvalho, foi presa suspeita de ser a mandante da morte de uma criança de dois meses, que foi jogada em um poço. O crime aconteceu em Alcântaras, região norte do Ceará, no último dia 1º de agosto. Luzia foi presa nesta quinta-feira (17). Ela é mãe do outro suspeito preso, Antônio Carvalho Lino, de 28 anos.

Os policiais cumpriram um mandado de prisão preventiva por homicídio doloso contra Luzia. A Polícia Civil apontou que a bebê foi assassinada por Antônio. Ele não morava com a mãe, vizinha da família da criança, mas frequentava o endereço constantemente. No dia do crime, Luzia teria incentivado o próprio filho a jogar a criança na cacimba por se incomodar com o choro da menina.

A bebê morta em Alcântaras, no Ceará, foi assassinada por um vizinho que se incomodava com o choro da criança, conforme a Polícia Civil. O suspeito, identificado como Antônio Carvalho Lino, de 28 anos, foi preso nesta terça-feira (1º), um dia após o crime ser registrado.

A Polícia Militar foi acionada por populares, após o corpo da criança ser localizado por moradores da região. A mãe da vítima relatou aos policiais que colocou a filha para dormir em uma rede e foi até a casa da vizinha para buscar açúcar. Ao retornar, a menina havia sumido.

Suspeito preso

Antônio foi preso por homicídio doloso. Ele tem antecedentes criminais por receptação. A Polícia informou que ele teria se aproveitado do momento em que a bebê estava sozinha para pegá-la e a levou para uma cacimba na localidade de Sítio São Bento, na zona rural do município.

A criança ainda foi levada a uma unidade hospitalar do município, mas não resistiu. O laudo médico apontou asfixia causada por afogamento. Com a captura, Antônio Carvalho foi conduzido para a Delegacia Municipal de Coreaú, onde foi autuado em flagrante pelo crime

Após os procedimentos na delegacia, o suspeito foi encaminhado para uma unidade do sistema penitenciário, onde foi colocado à disposição da Justiça.



Fonte: G1/CE

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code

Responsive Advertisement