Ad Code

Veja quanto ganham os governadores brasileiros; Ceará tem o 2° menor salário

Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil




Governadores brasileiros recebem salários que variam entre R$ 15,9 mil e R$ 42,1 mil. Pernambuco, Sergipe e Minas Gerais têm os governadores recebendo os maiores vencimentos atualmente, enquanto os estados do Maranhão, do Ceará e do Rio de Janeiro têm os gestores que recebem os menores valores, respectivamente. A diferença entre as quantias recebidas em cada unidade ocorre porque os estados têm autonomia para defini-las.

Levantamento feito pelo Estadão mostra que a governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), é quem recebe o maior salário. Embora o vencimento de governadores em Pernambuco seja de R$ 22 mil, a gestora, que é procuradora do estado, opta por receber o valor pago à categoria e ganha R$ 42,1 mil. Já o governador de Sergipe, Fábio Mitidieri (PSD), recebe R$ 41,6 mil. Terceiro na lista, Romeu Zema (Novo), de Minas Gerais, recebe R$ 37,5 mil.

Entre os que recebem menos, Carlos Brandão (MA) recebe R$ 15,9 mil; Elmano de Freitas (CE) ganha pouco mais de R$ 20 mil e Cláudio Castro (RJ) tem vencimento de R$ 21,8 mil.

No caso do Ceará, o levantamento cita que Elmano ganha R$ 20.083,00 mas em maio, a Assembleia Legislativa do Ceará (Alece) aprovou projeto que aumentou o valor do subsídio pago ao governador para R$ 20.629,59 a partir de 1° de agosto deste ano.


Salários dos governadores brasileiros

  1. Raquel Lyra (PSDB) - Pernambuco: R$ 42.145,88
  2. Fábio Mitidieri (PSD)) - Sergipe: R$ 41.650,92
  3. Romeu Zema (Novo) - Minas Gerais: R$ 37.589,96
  4. Gladson Cameli (PP) - Acre: R$ 38.009,95
  5. Eduardo Correa Riedel (PSDB) - Mato Grosso do Sul: R$ 35.462,27
  6. Jerônimo Rodrigues (PT) - Bahia: R$ 35.589,00
  7. Marcos Rocha (União) - Rondônia: R$ 35.462,22
  8. Eduardo Leite (PSDB) - Rio Grande do Sul: R$ 35.462,22
  9. Helder Barbalho (MDB) - Pará: R$ 35.363,55
  10. Tarcísio de Freitas (Republicanos) - São Paulo: R$ 34.572,89
  11. Wilson Lima (União) – Amazonas: R$ 34.070,00
  12. Ratinho Júnior (PSD) - Paraná: R$ 33.763,00
  13. Antonio Denarium (PP) - Roraima: R$ 33.763,00
  14. Clécio Vieira (Solidariedade) - Amapá: R$ 33.000,00
  15. Rafael Fonteles (PT) - Piauí: R$ 32.038,19
  16. João Azevêdo (PSB) - Paraíba: R$ 31.173,06
  17. Mauro Mendes (União) - Mato Grosso: R$ 29.499,90
  18. Renato Casagrande (PSB) - Espírito Santo: R$ 29.496,22
  19. Ronaldo Ramos Caiado (União) - Goiás: 28.403,69
  20. Wanderlei Barbosa (Republicanos) - Tocantins: R$ 28.000,00
  21. Paulo Dantas (MDB) - Alagoas: R$ 27.758,42
  22. Jorginho Mello (PL) - Santa Catarina: R$ 25.322,25
  23. Ibaneis Rocha (MDB) - Distrito Federal: R$ 24.089,55
  24. Fátima Bezerra (PT) - Rio Grande do Norte: R$ 21.914,76
  25. Cláudio Castro (PL) - Rio de Janeiro: R$ 21.868,14
  26. Elmano Freitas (PT) - Ceará: R$ 20.083,62*.
  27. Carlos Orleans Brandão Junior (PSB) - Maranhão: R$ 15.915,40

*Em maio, a Assembleia Legislativa do Ceará (Alece) aprovou projeto que aumentou o valor do subsídio pago ao governador para R$ 20,6 mil.

A Constituição prevê que a iniciativa de definir os valores de remuneração é de cada Legislativo local. Os vencimentos de governadores não podem superar o valor pago a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF): R$ 41.650,92. O levantamento do Estadão considerou valores brutos contidos em Portais da Transparência e os divulgados por Assembleias Legislativas.



Fonte: O Povo

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code

Responsive Advertisement