Ad Code

Justiça concede indenização à família de homem que morreu após conflito em presídio

Foto:banco de imagens


Uma mulher e suas duas filhas serão indenizadas em R$ 50 mil e ainda beneficiadas com uma pensão após a morte do pai, que estava preso em uma Penitenciária Estadual. O caso ocorreu em 2017, quando o homem morreu depois de ser obrigado por outros presos a beber um coquetel venenoso, na Casa de Privação Provisória de Liverade IV (CPPL), em Itaitinga, na Grande Fortaleza. A Justiça cearense acatou o pedido da família, que alegou negligência por parte do Estado.

Na época, o homem ainda chegou a solicitar socorro aos agentes penitenciários da unidade, que o levaram à enfermaria, mas ao constatar a gravidade no quadro do paciente, o Samu foi acionado.

O Tribunal de Justiça do Ceará revelou que o socorro médico demorou cerca de cinco horas para chegar até o local. O agentes ainda tentaram localizar os responsáveis pelo crime, mas como a vítima não conseguia falar, não foi possível.


Fonte: CN7

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code

Responsive Advertisement