Ad Code

Recent Posts

Governo Federal vai investir R$ 38 mi para combater crime organizado e violência doméstica no Ceará

 

Foto: Kid Junior



O ministro da Justiça, Flávio Dino, esteve em Fortaleza, nesta quinta-feira (16), para anunciar investimentos da União na Segurança Pública do Ceará. No anúncio, feito ao lado do governador Elmano de Freitas, o ministro destacou a construção de uma unidade do regime semiaberto na Região Metropolitana de Fortaleza com cerca de 400 vagas e obra estimada em, aproximadamente, R$ 15 milhões.

Ao todo, o investimento do Governo Federal na Segurança do Ceará chega a R$ 38 milhões e inclui ainda um novo núcleo da Perícia Forense do Ceará (Pefoce).


COMBATE A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E O CRIME ORGANIZADO

Ao Diário do Nordeste, o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Samuel Elânio, revelou que o montante será destinado para combater a violência doméstica e o crime organizado no Estado, além de ações de Inteligência. O dinheiro fará parte do Fundo Estadual de Segurança Pública, segundo o secretário.

"Essa vinda do ministro só mostra cada vez mais a parceria do Governo Federal com o Governo Estadual e da Secretaria Nacional de Segurança Pública com a Secretaria Estadual de Segurança Pública", declarou Samuel Elânio.

O ministro declarou que combater organizações criminosas é uma necessidade nacional. Ele destacou que, para isso, é importante desenvolver sistemas de inteligência. "Isso é o que desmonta o crime organizado. É importante usar força? Sim, mas não se dá tiro a esmo. Não se pode se dar tiro só por demagogia, dizer que está fazendo alguma coisa. E é essa integração que vai possibilitar que o uso da força seja inteligente, correto, no alvo", pontuou.

O governador ressaltou que o novo núcleo regional da Pefoce será feito na Serra da Ibiapaba. Segundo Flávio Dino, a obra é estimada em R$ 7 milhões, a ser licitada.

MAIS RECURSOS

Conforme o Ministério da Justiça, os valores vêm do Programa Escola Segura, do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP) e contam com a entrega de equipamentos e materiais, além da construção de um Instituto Médico Legal (IML) e uma unidade prisional de progressão.

Hoje, estamos concretizando mais de R$ 70 milhões de investimentos na segurança pública do Ceará. Já tínhamos em execução em parceria com o estado mais ou menos R$ 80 milhões e estamos acrescentando esses novos recursos. Os novos recursos estão distribuídos no Programa Escola Segura e temos viaturas e equipamentos da Secretaria Nacional de Políticas Penais. Além de duas obras, o Instituto Médico Legal e a unidade prisional, no valor de R$ 15 milhões, para 400 vagas

FLÁVIO DINO - Ministro da Justiça


As entregas para o estado do Ceará serão de R$ 38,5 milhões em repasses do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP); R$ 3 milhões do Programa Escola Segura; R$ 7,1 milhões por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) para a construção de um Instituto Médico Legal (IML) na cidade de Ibiapaba; e R$ 3,9 milhões em materiais e equipamentos para uso da Secretaria Nacional de Políticas Penais (Senappen).

Via editais do Programa Escola Segura, seis municípios cearenses receberão recursos para patrulhas escolares. São eles: Solonópole (R$ 645 mil), Russas (R$ 998 mil), Fortaleza (R$ 853 mil), Forquilha (R$ 452 mil), Maracanaú (R$ 975 mil) e Canindé (R$ 905 mil), em um total de R$ 4,8 milhões, respectivamente. Além disso, serão disponibilizados até R$ 15 milhões para a construção de uma unidade prisional de progressão, por meio do Fundo Penitenciário Nacional, sob coordenação da Senappen.

Ainda no evento, houve a assinatura do Termo de Doação de veículos e equipamentos para o sistema penitenciário, via Secretaria Nacional de Políticas Penais. Serão cinco SUVs, no valor total de R$ 765 mil; dois caminhões-baú, um caminhão aberto, duas caminhonetes, quatro aparelhos de raio-x e dez portais detectores de metal, entre outros aparelhos. Já a Senasp entregou quatro caminhonetes do tipo Ranger.

Além da implantação do projeto de extensão "Escritório Popular da Juventude João Nogueira Jucá" para apoio jurídico e psicossocial aos jovens e familiares do sistema socioeducativo. O valor do investimento é de R$ 1 milhão.

POSSIBILIDADE DE GLO NO PORTO DO PECÉM

Durante a coletiva, o ministro ainda falou sobre a possibilidade de instaurar a Garantia da Lei e da Ordem (GLO), no Porto do Pecém, na Região Metropolitana de Fortaleza. Desde o último 6 de novembro, 3,7 mil militares da Aeronáutica, do Exército e da Marinha passaram a atuar em ações de combate ao crime em três portos e dois aeroportos dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, bem como no Lago de Itaipu.

"Poderá em algum momento ser feito GLO no Porto de Pecém? Claro que sim, não estou dizendo que será, porque precisamos conversar com o governo, com os operadores portuários. Mas evidentemente como é um fenômeno nacional, nós estamos com esse modelo funcionando no Rio [de Janeiro] e São Paulo. A meu ver, está funcionando positivamente também no Paraná, Mato Grosso do Sul e o Mato Grosso das Fronteiras com o Exército Brasileiro, e podemos estender esse modelo", destacou.


O governador do Estado também citou a importância da inteligência policial para desarticular grupos criminosos. "A integração da Polícia Civil, a Polícia Militar, com a nossa inteligência, com a Polícia Federal, com a Polícia Rodoviária Federal, porque, efetivamente, nós enfrentamos organizações transnacionais. Nós sabemos que boa parte da violência que nós temos no Ceará e no país hoje é uma violência marcada por disputas de territórios, pelo tráfico de drogas. E esse tráfico vem de fora do país e boa parte dele é exportado. E, portanto, é muito importante que nós possamos integrar para asfixiar financeiramente essas organizações", afirmou.




Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários

Comments

Ad Code

Responsive Advertisement