Ad Code

Homem é preso suspeito de matar esposa e forjar suicídio para encobrir o crime

 

Foto: Reprodução/Redes Sociais



Kenny Aisley Rogério Vasconcellos, de 37 anos, foi preso suspeito de matar e forjar o suicídio da esposa, a policial militar Daniela Carolina Marinelo, nessa sexta-feira (1°), no Paraná.

De acordo com testemunhas, o casal havia discutindo momentos antes de vizinhos escutarem um tiro ser disparado. Ainda segundo os relatos, a mulher chegou em casa de madrugada, e que o casal teria começado a discutir naquele momento. As informações são do portal Uol.

Conforme as investigações, Kenny teria supostamente forjado a cena do crime para parecer que a esposa tinha se suicidado, no entanto, a polícia não acreditou na versão e prendeu o homem em flagrante. 

Daniela chegou a ser socorrida para o Hospital Bom Samaritano, em Maringá, mas não resistiu e morreu.

No depoimento, Kenny Vasconcellos afirmou a polícia que não atirou na esposa, e que não tinha um relacionamento abusivo com a vítima.  

"[O crime tem relação com carro, casa?] Não, não. Era tudo nosso. A gente construiu juntos. [Testemunhas disseram que você tinha um relacionamento abusivo com a vítima. O que você diz sobre isso?] Como vou ter um [relacionamento] abusivo com uma policial militar? Sim [vi ela dando o tiro]", disse ele no depoimento a polícia.

CASAMENTO 

Kenny Vasconcellos e Daniela Marinelo no começo do mês de agosto desse ano. Nas redes sociais, o casal compartilhou o momento da troca de alianças, como também, diversas declarações de amor. 

Na ocasião, Kenny escreveu que aquele foi um "dia em que realizei meu sonho, casei com a mulher da minha vida". Daniela respondeu: "Ah, que dia especial meu amor! Deus é perfeito em cada detalhe. Esperei 36 anos para casar, e casei com o amor da minha vida! Nosso laço é eterno! Estaremos juntos até depois do fim".



Fonte: Diário do Nordeste 

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code

Responsive Advertisement