Ad Code

Adolescente é morto a tiros durante abordagem policial em Fortaleza

Foto: Reprodução


Um adolescente de 16 anos foi morto a tiros durante uma abordagem da Polícia Militar em um conjunto habitacional na comunidade Conjunto Vila do Mar 3, na Barra do Ceará, em Fortaleza. O caso ocorreu na noite de domingo (19).

Um vídeo feito por uma testemunha mostra o momento em que o jovem já estava ferido e era levado pelos agentes. Durante a ação, um morador reclama e é atingido no rosto por uma policial, que momentos antes havia atirado para cima para dispersar a população.

Segundo testemunhas, Francisco Ray Oliveira de Jesus estava sentado conversando com amigos quando os militares chegaram no local. O jovem correu e foi atingido por disparos na perna e no tórax.

“Aqui, como é uma comunidade, a polícia tem o costume de vir, já chegar batendo, independente de quem seja. Por isso, os jovens, quando veem, já correm. Ele correu [adolescente morto], e eles [policiais] deram dois tiros”, relatou uma testemunha ao g1, que terá a identidade preservada.

g1 questionou a Polícia Militar, a Secretaria da Segurança Pública e a Controladoria-Geral de Disciplina sobre a abordagem policial que resultou na morte do adolescente. A Secretaria da Segurança afirmou que a PM iria se pronunciar sobre o caso.

Já a Controladoria, órgão que apura denúncia contra agentes de segurança no Ceará, informou que instaurou procedimento disciplinar para investigar o caso. Até a última atualização desta reportagem, a PM não havia respondido.


Tentativa de socorrer o jovem

Ainda conforme a testemunha, os policiais impediram e os familiares socorressem o adolescente, que momentos depois levado pelos próprios militares a uma Unidade de Pronto Atendimento (Upa) da região, mas chegou sem vida na unidade.

“A família tentou se aproximar quando ele estava ferido, mas a polícia não deixou. Depois que a população reclamou foi que colocaram ele na viatura e levaram para a Upa. Daqui até lá não são nem cinco minutos e nós chegamos no hospital primeiro que os policiais, mas ele já estava sem vida”, falou a pessoa.

Francisco Ray será enterrado nesta terça-feira (21). Ele era estudante do ensino fundamental e tinha o sonho de ser jogador de futebol.

“Queremos justiça! Se eles conseguiram fazer isso com uma pessoa que estava de costas, porque ele estava correndo quando foi atingido, o que não podem fazer com outros jovens”, disse a testemunha.


Fonte: G1 CE

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code

Responsive Advertisement