Ad Code

Moradores ateiam fogo em vias em protesto contra Enel por apagão

Foto: Reprodução 


Moradores de diferentes bairros da capital paulista e da Grande São Paulo fizeram protestos nesta terça-feira (7/11) contra a falta de energia que atinge a região metropolitana.

Em Cotia, um grupo de manifestantes ocupou a pista lateral da Rodovia Raposo Tavares, na altura do km 32, no sentido interior, por volta das 15h30. Na Avenida Giovanni Gronchi, na zona sul, um grupo de moradores do Jardim Colombo ateou fogo em objetos e interditou a via nos dois sentidos, às 17h30.

Durante a manhã, um grupo de militantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) fez um protesto em frente à sede da concessionária Enel, no Morumbi, na zona oeste. Vídeos nas redes sociais também mostram protestos em Embu das Artes, na Grande São Paulo, e no Parque Santo Antônio, no Capão Redondo, na zona sul. No Capão, moradores pintaram o asfalto da Rua Altino Alves de Abreu com a frase “Socorro, 5 dias sem energia, Enel uma vergonha”.

Em entrevista na tarde desta terça-feira, o presidente da Enel em São Paulo, Max Xavier Lins, disse que 47 mil imóveis seguem sem energia na Grande São Paulo.

A demora da concessionária em retomar o fornecimento de energia entrou na mira do Ministério Público, do Procon e do Ministério da Justiça, que pediram explicações à empresa sobre as medidas tomadas para solucionar o problema em São Paulo. O apagão na região metropolitana começou na última sexta-feira (3/11) depois do temporal que derrubou mais de 1.400 árvores em toda a Grande São Paulo, segundo os bombeiros.


Fonte: A Voz de Santa Quitéria 

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code

Responsive Advertisement