Ad Code

'Dinheiro esquecido': um usuário retirou R$ 2,8 milhões no maior saque de pessoa física do sistema do BC

 

Foto: Reproduçaõ/Google




O Banco Central (BC) informou nesta segunda-feira (28) que uma única pessoa física retirou R$ 2,8 milhões em um único saque de dinheiro esquecido no Sistema de Valores a Receber (SVR), ferramenta que mostra valores deixados para trás por clientes em instituições financeiras.

Entre pessoas jurídicas, o maior valor foi de R$ 3,3 milhões. O número foi informado em uma live pelo chefe de Departamento de Atendimento Institucional do BC, Carlos Eduardo Rodrigues da Cunha Gomes.

São esses os maiores valores retirados de uma vez do SVR, que já disponibilizou para saque cerca de R$ 11,6 bilhões em dinheiro esquecido por pessoas e empresas no Brasil.

O SVR ainda tem R$ 7,1 bilhões que podem ser resgatados por pessoas físicas e empresas. Segundo o BC, a cifra é referente a contas encerradas ainda com saldos disponíveis, tarifas cobradas indevidamente, entre outras fontes. A consulta pode ser feita pelo site.

O sistema já devolveu cerca de R$ 4,4 bilhões em valores a receber para 14,4 milhões de CPFs e 571 mil CNPJs. Veja mais abaixo como consultar e resgatar.

De acordo com as estatísticas do Banco Central, 63% dos resgastes devem ser de até R$ 10. No total, serão 28,6 milhões de pessoas.

A segunda maior parcela — 11,3 milhões de pessoas ou 25% — têm entre R$ 10,01 e R$ 100,00 esquecidos.

  • acima de R$ 1.000,01: 802.614 beneficiários
  • entre R$ 100,01 e R$ 1.000,00: 4.623.573 beneficiários
  • entre R$ 10,01 e R$ 100,00: 11.352.859 beneficiários
  • entre R$ 0,00 e R$ 10,00: 28.655.390 beneficiários

Como consultar e resgatar

O único site no qual é possível fazer a consulta e saber como solicitar a devolução dos valores para pessoas jurídicas ou físicas, incluindo falecidas, é o https://valoresareceber.bcb.gov.br. A consulta está disponível desde o dia 7 de março.

É importante ressaltar que, via sistema do Banco Central, os valores só serão liberados para aqueles que fornecerem uma chave PIX para a devolução

Caso não tenha uma chave cadastrada, você precisará entrar em contato com a instituição para combinar a forma de recebimento. Outra opção é criar uma chave e retornar ao sistema para fazer a solicitação.

No caso de valores a receber de pessoas falecidas, é preciso ser herdeiro, testamentário, inventariante ou representante legal para consultá-los. Também é necessário preencher um termo de responsabilidade.

Após a consulta, é preciso entrar em contato com as instituições nas quais há valores a receber e verificar os procedimentos.



Fonte: Globo.com

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code

Responsive Advertisement