Ad Code

Diego Alemão paga fiança, sai da prisão e diz que imprensa deveria procurar Bruno de Luca

 

Foto: divulgação/SBT



O ex-BBB Diego Bissolotti Gasques, conhecido como Diego Alemão, foi liberado da 12ª Delegacia Policial, em Copacabana, Rio de Janeiro, após pagar fiança nesta terça-feira (26). Preso nesta madrugada por porte ilegal de arma, ao sair da detenção, ele relembrou o atropelamento do ator Kayky Brito, a quem definiu como "melhor amigo", e questionou o porquê dos jornalistas presentes não estarem na porta do apresentador Bruno de Luca, que testemunhou o acidente.

Por que vocês estão, um bando de urubu, na minha frente, e não na porta do [Bruno] de Luca, que deixou a p**** do meu melhor amigo com a cabeça no chão?", perguntou o antigo brother, antes mesmo de responder qualquer pergunta dos repórteres.

 Em seguida, ao ser questionado sobre o motivo de estar andando armado, Alemão declarou portar ilegalmente o equipamento bélico para supostamente se proteger. As informações são do jornal O Globo.

"Venha para o Rio de Janeiro, Cidade Maravilhosa, sem risco nenhum. Tenho uma arma não municiada que estava debaixo do carro, que eu já tenho há muitos anos registrada, está tudo bonitinho", disse.

"Saia com todas as suas joias no Rio de Janeiro, aproveite essa cidade maravilhosa... [Foi para] me defender. Sou pouco ameaçado, pouco extorquido", completou, ironizando.

O ex-BBB foi preso nesta madrugada, na Zona Sul do Rio, por equipes do 23º Batalhão da Polícia Militar (BPM), que foram acionadas para checar a presença de “um homem aparentemente alterado” nos cruzamentos das ruas Visconde de Pirajá e Gomes Carneiro, em Ipanema. Na ocasião, ele teria dito, em via pública, que “iria efetuar disparos”, conforme o portal G1.

Ao chegaram ao local, os agentes de segurança foram informados que o homem teria embarcado em um táxi e seguido em direção à Barra da Tijuca. Os oficiais conseguiram interceptar o veículo e, ao realizar uma revista no Alemão, encontraram a arma. Ele negou que o objeto fosse dele, mas o taxista confirmou que o cliente embarcou com o revólver na mão. 

Esta não é a primeira vez que o vencedor da sétima edição do Big Brother Brasil, exibida em 2007, é preso. Em abril de 2020, ele foi detido após se envolver em um acidente de trânsito na cidade de Curitiba, Paraná. Alemão foi liberado um dia depois, após pagar o valor da fiança.  

BRUNO DE LUCA TERIA VISTO ACIDENTE DE KAYKY BRITO


Testemunhas do atropelamento de Kayky Brito afirmaram que Bruno de Luca viu que a vítima do acidente era o amigo, mas "sumiu", conforme a RecordTV. Os dois estavam juntos em um quiosque na orla da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, antes do ator ser atropelado, no último dia 2 de setembro.

A informação contradiz depoimento do apresentador, no qual ele afirmou que viu o acidente, mas só soube que Kayky era a vítima no dia seguinte, após viajar para o festival The Town, em São Paulo. 

"Ele atravessou e saiu correndo, sumiu. A gente que fechou a rua, ele como amigo foi embora e não voltou nunca mais", disse uma das testemunhas à emissora, conforme informação divulgada no programa Domingo Espetacular. As testemunhas disseram ainda que outra pessoa sugeriu a Bruno que cuidasse de Kayky, que estava "desnorteado" ao atravessar a rua sem atenção, mas foi ignorada.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code

Responsive Advertisement