Ad Code

Greve de funcionários terceirizados afeta serviços da Enel no Ceará

 

Foto: Reprodução



Uma situação já complicada para os clientes da Enel, concessionária de energia do Ceará, ficou ainda pior com a greve dos funcionários terceirizados da empresa. Em Santa Quitéria, cerca de 11 prestadores de serviços, ligados à Acender, decidiram paralisar suas atividades desde sábado passado (16/09), sem previsão de término. É a segunda vez neste ano que eles entram em greve, alegando o não pagamento de salários atrasados e outros direitos não quitados pela empresa.

Outras cidades também estão afetadas como Crateús, Nova Russas, Quixadá, Canindé e Madalena. Por conta disto, as ordens de serviços levarão mais tempo para serem atendidas. A distribuidora de energia já realizou o remanejamento de equipes para garantir o atendimento aos usuários afetados.

Em nota, a Enel afirma estar adimplente com a Acender e enfatiza a importância do cumprimento das obrigações trabalhistas e do contrato de prestação de serviços.

A nova paralisação dos funcionários terceirizados gera preocupação e incerteza para os consumidores, que já sofrem com as dificuldades de atendimento e fornecimento de energia. Aguarda-se que ambas as empresas apresentem com urgência, uma solução para esta crítica situação, garantindo os direitos dos profissionais e mantendo o funcionamento regular dos serviços.



Fonte: Avoz de Santa Quitéria 

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code

Responsive Advertisement