Ad Code

Homem é preso suspeito de integrar grupo neonazista e extremista no Ceará

 

Foto: Reprodução


Um cearense, de 30 anos, identificado como André Ramos Marques, foi preso no bairro Mondubim, em Fortaleza, nessa terça-feira (14), em uma operação de combate a células extremistas de discurso de ódio. De acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), o suspeito estava em posse de material em apologia ao nazismo.

Livros com essa temática, celulares e notebook foram apreendidos durante a Operação Accelare III, em parceria com a Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) e a Polícia Civil do Rio Grande do Sul (PCRS). A ação tem foco em prender suspeitos de envolvimento em crimes de ódio. A ofensiva, coordenada pela PCRS, ocorreu, simultaneamente, nos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo e Ceará.

O mandado de prisão preventiva contra o cearense foi cumprido pelos crimes de associação criminosa, corrupção de menores e fabricação, comercialização, veiculação, divulgação de símbolos para fins de divulgação do nazismo.

O homem foi conduzido à Delegacia de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial, Religiosa ou Orientação Sexual (Decrin) e encontra-se à disposição da Justiça.

OPERAÇÃO

A terceira fase da operação Accelare teve início em maio deste ano, quando equipes da PCRS tomaram conhecimento da existência de diversos grupos neonazistas e extremistas no Rio Grande do Sul. Com a troca de informações entre as policiais civis do Ceará e do Rio Grande do Sul, os investigadores identificaram a participação do cearense André Ramos Marques, que não possui antecedentes criminais, como um dos envolvidos na prática criminosa.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code

Responsive Advertisement