Ad Code

Temporal no Rio de Janeiro deixa ao menos 9 mil pessoas desalojadas

 

Foto: Reprodução


Em meio às chuvas no Rio de Janeiro, o estado já registra mais de 9 mil pessoas desalojadas e cerca de 15 mil afetadas, conforme avaliação da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Rio, divulgada nesta terça-feira (16). O balanço ainda é parcial, mas aponta também mais de 300 pessoas desabrigadas. Ao todo, 12 pessoas morreram e duas estão desaparecidas. 

As chuvas afetam principalmente os seguintes municípios:

  • Belford Roxo;
  • Jeperi;
  • Mesquita;
  • Nilópolis;
  • Nova Iguaçu;
  • Queimados;
  • São Gonçalo;
  • São João De Meriti.

Após o órgão conseguir concluir o levantamento dos impactos que poderão apresentar ações de apoio às famílias afetadas. O programa Recomeçar visa a entrega de cartões de débito em parcela única de R$ 3 mil, que deve ser usado para a compra de material de construção, eletrodomésticos e móveis residenciais. 

Porém, somente depois de registrar as famílias elegíveis ao Recomeçar, que será possível apresentar a quantidade de pessoas e de municípios atendidos pelo programa.

SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional reconheceu a situação de emergência em mais três municípios do Estado do Rio de Janeiro em razão das chuvas intensas.

Em portarias publicadas em edição extra do Diário Oficial da União, desta terça-feira (16), foi reconhecida a situação dos municípios de:

  • Duque de Caxias;
  • Mesquita;
  • Nilópolis.

Desde o último sábado (13), o Rio de Janeiro vem sofrendo com as fortes chuvas, registrando mortes e desaparecimentos.

Na segunda-feira (15), já tinha sido reconhecida emergência na própria capital, Rio, e nas cidades de Belford Roxo, Nova Iguaçu e São João do Meriti.


Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code

Responsive Advertisement